3 Requisitos Básicos para Trabalhar com Treinamento funcional!

Quando se fala em Treinamento Funcional, é normal se imaginar aulas de Circuito funcional ou Tabata, mas vai muito alem disso, e os requisitos principais são:

  1. Uma Formação em Treinamento Funcional;
  2. Um método de trabalho;
  3. Explorar ao máximo o peso corporal do aluno/cliente

Poderia citar mais, como: acessórios, peso livre e etc, mas o fundamental é atingir áreas do corpo que necessitam de maior atenção como: Coluna (músculos paravertebrais), core (cintura escapular, todos músculos abdominais, lombar e cintura pélvica -glúteos),  tornando assim o tronco mais forte para receber cargas progressivas.

O materiais mais importante inicialmente é uma planilha ou um quadro para anotar os treinos, e colchonetes.

Porque uma Formação?

Uma Formação te dá autoridade para oferecer seu conhecimento como forma de transformar a vida do seu aluno, com ela que é possível se basear se  esta oferecendo algo que ja foi testado em centenas de pessoas com o mesmo objetivo.

O Método:

É a forma como vai aplicar seus conhecimentos, seja através de treinos com series, por tempo, circuitos, hiit e muito mais, planejando de acordo com no nível, e capacidade de cada aluno ou grupos de alunos

Explorar ao máximo o peso corporal do aluno/cliente ?

Ao contrario de atividades Físicas realizadas em academias, o Treinamento Funcional pode e deve ser iniciado com muitas atividades com o próprio peso corporal, executando exercícios de transferências para as tarefas diárias do aluno, e se for um atleta de qualquer modalidade, pode-se treinar de acordo com a necessidade do aluno tornando o treino mais especifico.

O CURSO DE TREINAMENTO  FUNCIONAL  QUE  INDICO  É ESTE:

TREINAMENTO FUNCIONAL EXPRESS

O que fazer para evitar lesões no joelho?

QUER ELIMINAR AS DORES NO JOELHOS E NÃO SABE COMO COMEÇAR?
MÉTODO 100% PREVENTIVO QUE VAI DEIXAR SEU JOELHO ZERO KM
TERAPIA PARA PREVENIR LESÕES E DORES NO JOELHOS!

Os joelhos são articulações que de fato são protagonistas nas práticas de esportes, ao mesmo tempo também lideram as listas de lesões nos joelhos que os esportistas sofrem. Então fica a pergunta como evitar lesão no joelho?

Evitar essas lesões, para quem pratica atividades físicas, deve ser uma prioridade.

Mulher agachada no chão tentando descobrir se possui lesões nos joelhos
Previna lesão no joelho.

Ainda que muitos dos acidentes possam ser inevitáveis, em muitos dos casos um bom treino com prevenção de lesão pode ajudar a diminuir de forma eficiente esse tipo de dano.

Mesmo que não possamos evitar todos os danos, existem algumas recomendações e dicas que podem ajudar a reduzir o número e a gravidade das lesão no joelho.

A lesão no joelho podem ser graves (rompimentos de ligamentos, lesões na cartilagem, ou nos tendões) ou crônicas (tendinites, bursites, ou artrites).

Podem existir causas diversas que vão desde o levantamento de forma errada de pesos nos exercícios, falta de flexibilidade, uso inadequado de sapatos, debilidades musculares, falta de aquecimento nos exercícios ou lesões relacionadas a prática de algum esporte onde aconteceu um acidente.

Mesmo que nem todas as lesões sejam possíveis de serem evitadas , especialmente as agudas (que são geradas por colisões) podem ter seus riscos de sofrer diminuídos.

Com ações simples como manter um peso adequado, se exercitar de forma correta, evitar esportes ou atividades de alto risco ou utilizar os melhores sapatos para cada uma das atividades que realizar.

Veja algumas dicas como evitar lesão no joelho e trata-las.

Mantenha seu peso sob controle.

A cada meio quilo que pesamos a mais teremos quase 2,5kg de pressão nos joelhos ao subir ou descer escadas, por exemplo. Desta forma, perder o excesso de peso é um grande passo importante para proteger-se e saber Como evitar lesão no joelho.

Aquecimento antes dos exercícios.

Um aquecimento bem feito prepara seu corpo para a atividade física. Por isso, reduz de forma significativa a probabilidade de sofrer lesões e melhorar o rendimento.

Falando de forma geral quanto menos exercício você fizer, maior será a necessidade de fazer um aquecimento.

Repouso após o exercícios.

Outro ponto essencial para você saber como evitar lesão no joelho.

Para esfriar o corpo é necessário reduzir de forma gradual o nível de intensidade dos exercícios aeróbicos que for realizar. Vá desacelerando até que sua respiração e sua frequência cardíaca tenham voltado ao normal.

Essa estratégia para “esfriar” contribuirá para que seu corpo se recupere e também diminuirá o risco de sofrer algum rompimento ou lesão no joelho.

Da mesma forma, o repouso e o descanso após séries de exercício contribui para a recuperação correta do organismo.

Alongamento ajuda: melhorando a flexibilidade.

Com uma melhor flexibilidade na panturrilha, músculos e quadril você irá evitar alguma lesão no joelho. Isso acontece pois essa flexibilidade contribuirá para que você se mova com maior fluidez e melhor postura.

Os alongamentos podem ser feitos depois de aquecer e podem ser realizados com seu corpo posicionado “em pé”. Já os alongamentos sentados podem ser realizados depois que você já estiver realizado os exercícios.

Alongue-se lentamente e mantenha cada alongamento durante uns 30 segundos. Lembre-se de não pular enquanto faz os alongamentos, pois poderá se machucar.

Fortaleça os músculos que estão em volta do joelho.

O foco deve ser no quadril e nos músculos isquiotibiais (localizados na parte posterior da coxa, que permitem dobrar o joelho e estender o quadril).

Realizando exercícios entre uma e três séries de 8 a 10 repetições por grupo muscular. O tipo de exercício não é mais importante caso você exercite seus músculos de maneira regular.

Fortalecer o tronco.

Quando caminhamos de forma encurvada fazemos que nosso corpo não mantenha o equilíbrio e ao longo do tempo isso pode provocar lesão no joelho.

Para ter certeza que sua posição ao caminhar estar correta o ideal é realizar exercícios que fortalecem o tronco.

Para proteger seus joelhos: realize exercícios aeróbicos para controlar o peso e ganhar massa muscular.

Os melhores exercícios são os de baixo impacto, pois mantém em forma sem exigir dos joelhos.

Alguns exemplos são: ciclismo, natação, aeróbicos aquáticos, caminhadas em terreno plano e todos os treinos elípticos.

Converse com o profissional que te acompanha e escolha o melhor.

Evite exercícios de alto impacto: eles irão exigir dos seus joelhos.

Corridas em terrenos duros como o concreto e o asfalto podem ser exigentes para os joelhos, principalmente quando utilizamos sapatos inadequados.

Da mesma forma os exercícios que exigem muita força, como as flexões que existem muito dos joelhos e os agachamentos.

Lembre-se que nada impede que você faça esse tipo de exercício, desde que usando o equipamento necessário e estando apto (após um bom aquecimento e alongamento) para realiza-los.

Corredores frequentes também devem tomar precauções.

O fato de ter experiência não te isenta de aquecer antes da corrida.

Escolha sempre superfícies uniformes e suaves, como as pistas de atletismo. Se estiver descendo ou subindo em um terreno desnivelado tente optar pela caminhada.

Diminuir a longitude das passadas pode ser uma boa estratégia, pois diminuem também o impacto nos joelhos.

É importante trocar seu tênis com a periodicidade correta, isso garante que as solas não estejam comprometidas e possam absorver o impacto de forma correta.

Utilizar faixas no joelho.

Utilizar faixas pode diminuir os riscos de sofrer alguma lesão no joelho quando praticamos esportes ou outra atividade que demande muito esforço nessa parte do corpo.

As faixas te ajudam bastante sobre como evitar qualquer lesão no joelho. Elas dão um apoio adicional aos ligamentos do joelho. Essas faixas são muito utilizadas por praticantes de esportes de contato (futebol, basquete, por exemplo) e também nos que necessitam mudanças rápidas de direção (como no caso de tênis).

Converse com seu médico de confianças, ou mesmo com um que seja especializado em esportes para saber qual é a faixa adequada para você.

Conhecendo e como evitar uma lesão no joelho.

Alguns movimentos e gestos são característicos na causa de lesões no joelho.

O mais clássico deles é quando se gira todo o corpo e deixa o pé parado no solo, muito comum no futebol (ainda mais se praticado em terrenos não nivelados).

O corpo do atleta gira, mas o pé não, e isso provoca algumas lesões e provavelmente rompe ligamentos no joelho.

Mas não é só no futebol. Sem dúvida esse mecanismo de lesão pode acontecer também quando movimentamos um objeto muito pesado, por exemplo.

Essa é uma situação cotidiana e girar o corpo deixando o pé parado pode provocar o giro de torção de joelho e suas lesões.

Saber como movimentar os objetos (tanto no esporte, como no cotidiano) utilizando a força das pernas e evitando realizar os giros com os joelhos deixando os pés fixos no solo é uma ótima maneira de prevenir as lesões articulares nos joelhos.

Isso só é possível com treinamento.

Exercícios aliados dos joelhos.

Alguns exercícios específicos ajudam a prevenir e tratar os problemas no joelho e em outras articulações.

Eles podem servir em muitos casos, mas é importante consultar o profissional que te acompanha, ele pode te indicar os melhores para aliviar as dores no joelho.

Existem muitos outros exercícios para prevenir e tratar as lesões, sendo que os exercícios de estabilização são especialmente úteis. Não podemos esquecer também dos exercícios de força e flexibilidade.

Para quase todos os problemas no joelho os exercícios podem ser uma boa saída de prevenção, como também de tratamento.

Se estivermos falando de lesões esportivas, onde o treino especializado pode ajudar muito.

Se estamos falando de lesões em geral o exercício pode beneficiar os joelhos, já que nesses casos (como o das artroses) a diminuição de peso ajuda de forma evidente e todos sabem que a melhor forma de perder peso é se exercitando.

Aprendeu como evitar lesão no joelho?  Ajude outras pessoas a saber também! Então compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a também dominarem o assunto!

Natural Bodybuilding – O guia completo de treino

COMO TER RESULTADOS SÓLIDOS NA ACADEMIA SEM RECORRER A ESTERÓIDES ANABOLIZANTES, AINDA QUE VOCÊ SEJA UM COMPLETO INICIANTE!

Atenção: o produto vem com 5 bônus:
– Manual de Poses
– Livro digital de receitas
– Amostra do livro “Dieta Flexível e Musculação”
– Acesso a o grupo de facebook aonde eu vou ajudar a tirar duvidas
– Planilha básica de cálculo de macros

O QUE VOCÊ VAI SER QUANDO CRESCER ?

ALIÁS, VOCÊ VAI CRESCER ?

Se sim, qual o seu plano ? Eu quero acreditar que você não é aquele cara (e nem aquela mina) que acha que basta tomar whey e correr na esteira para ter resultados. Fisiculturismo é coisa séria, e fisiculturismo natural é mais sério ainda – pois você só conta com seus próprios genes e sua disposição para ter resultados expressivos.

Foi pensando nas pessoas que têm o desejo de ter um físico de respeito, mas que não têm o plano, que eu desenvolvi “O guia completo de treino” para bodybuilders naturais. Ele junta toda a minha experiência acadêmica, toda a teoria que consumi e toda a prática que ganhei treinando sozinho e com grandes treinadores.

São 150 páginas onde você vai aprender os pilares de um treino bem-sucedido para ganhar massa, definição e até mesmo chegar ao estado de competição – se for esse seu objetivo

ESTABELECIMENTO DA ROTINA DE TREINO

Treinar não é chegar à academia e fazer qualquer exercício em qualquer ordem. Você pode até ter resultados se proceder assim, mas vai gastar muito de uma coisa que é limitada em nossas vidas: o tempo.

PROGRESSÃO DE CARGA

Treinar não é só aumentar peso de qualquer jeito a cada X dias. É preciso respeitar seu limite, é preciso respeitar o efeito do estímulo sobre os músculos. O desrepeito é algo que sempre pode custar caro!

AVALIAÇÃO DE PROGRESSO

Treinar sem saber se está tendo resultado é inútil. Mas como avaliar o resultado ? Adipômetro ? Espelho ? Balança ? De quanto em quanto tempo ? Lembre-se: potência não é nada sem controle.

MOTIVAÇÃO

Treinar não é só puxar ferro. Se fosse fácil assim, tanta gente não desistiria. O que separa os bem-sucedidos dos demais é a capacidade de manter-se motivado rumo ao objetivo. E acredite em mim: chega um ponto em que tudo à sua volta vai te gritar para desistir.

Junto com o meu guia de treino eu vou te dar mais 4 bônus!

O manual de poses vai te ensinar as principais poses do fisiculturismo de uma forma rápida e prática com apenas 5 passos por pose. Com ele você vai poder aprimorar uma das coisas mais importantes: criar a ilusão de ser maior do que é.
O livro de receitas te ensina a fazer pratos com ou sem whey, falando brevemente sobre cada ingrediente e suas ações no organismo. Mostra também a tabela nutricional de cada receita para você encaixar na sua dieta.
Um cupom de 50% desconto na compra da segunda edição do livro “Dieta Flexível”

Treinamento Funcional Express

Você quer elevar seu nível de conhecimento?

TREINAMENTO FUNCIONAL EXPRESS 

SÃO MAIS DE 25 EVOLUÇÕES DE PRANCHAS, UM GUIA DE EXERCÍCIOS FUNCIONAIS, E CONTEÚDOS ESPECÍFICOS PARA QUEM DESEJA APRENDER TUDO SOBRE TREINAMENTO FUNCIONAL NA PRATICA!!
LEVE AINDA ALEM DE 5 SUPER BÔNUS, O CERTIFICADO DE 40 HORAS!

Conteúdo Programático!
Neste CURSO contem a metodologia para implantação e criação de aulas de treinamento funcional, baseada em modelos prontos, com diversos objetivos, e com os bônus, suas aulas serão muito fáceis de serem planejadas, ainda conta com circuitos funcionais para serem aplicados:
Individual
Duplas
Grupos
Sem aparelhos
Apenas acessórios.
Ainda estará incluso alguns vídeos
de treinos e planilhas já prontas
para serem aplicados.
BONUS 1: Guia definitivo do treinamento funcional
BÔNUS 2: E-book com treinos prontos, para auxiliar na evolução dos circuitos para grupos e para treinos individuais.
BONUS 3: Mobilidade articular, para atletas e não atletas em VIDEOS.
BONUS 4: TREINOS PARA EMAGRECIMENTO 2.0 ( 7 meses de treinos+planilha de corrida)
BONUS 5: E-BOOK’S DE FISIOLOGIA QUE VALEM MAIS QUE O CURSO!!
  • ACESSO ETERNO A PLATAFORMA E A TODO CONTEUDO! ALEM DE TER ACESSO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES!

MAIS DE 1800 CERTIFICAÇÕES!

Curso 100% online, com área de membros, acessível de qualquer dispositivo, basta estar conectado com a internet. Entrega Imediata com login e senha!

DEPOIMENTO

Continue Lendo “Treinamento Funcional Express”

Curso de Treinamento Funcional Online

Você quer elevar seu nível de conhecimento?

TREINAMENTO FUNCIONAL EXPRESS 

SÃO MAIS DE 25 EVOLUÇÕES DE PRANCHAS, UM GUIA DE EXERCÍCIOS FUNCIONAIS, E CONTEÚDOS ESPECÍFICOS PARA QUEM DESEJA APRENDER TUDO SOBRE TREINAMENTO FUNCIONAL NA PRATICA!!
LEVE AINDA ALEM DE 5 SUPER BÔNUS, O CERTIFICADO DE 40 HORAS!

Conteúdo Programático!
Neste CURSO contem a metodologia para implantação e criação de aulas de treinamento funcional, baseada em modelos prontos, com diversos objetivos, e com os bônus, suas aulas serão muito fáceis de serem planejadas, ainda conta com circuitos funcionais para serem aplicados:
Individual
Duplas
Grupos
Sem aparelhos
Apenas acessórios.
Ainda estará incluso alguns vídeos
de treinos e planilhas já prontas
para serem aplicados.
BONUS 1: Guia definitivo do treinamento funcional
BÔNUS 2: E-book com treinos prontos, para auxiliar na evolução dos circuitos para grupos e para treinos individuais.
BONUS 3: Mobilidade articular, para atletas e não atletas em VIDEOS.
BONUS 4: TREINOS PARA EMAGRECIMENTO 2.0 ( 7 meses de treinos+planilha de corrida)
BONUS 5: 9 E-BOOK’S DE FISIOLOGIA QUE VALEM MAIS QUE O CURSO!!
  • ACESSO ETERNO A PLATAFORMA E A TODO CONTEUDO! ALEM DE TER ACESSO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES!

MAIS DE 1800 CERTIFICAÇÕES!

CURSO 100% ONLINE, COM ÁREA DE MEMBROS, ACESSÍVEL DE QUALQUER DISPOSITIVO, BASTA ESTAR CONECTADO COM A INTERNET. ENTREGA IMEDIATA COM LOGIN E SENHA!

DEPOIMENTO

INVESTIMENTO

R$ 97,00 

OU

 10x de R$ 11,08 

     Curso com Certificado

BÔNUS: Conteúdo que já foi vendido  por R$97,00 CADA, agora é grátis.

                    

CERTIFICADO DE 40 HORAS!

CERTIFICADO DISPONÍVEL APÓS CONCLUIR TODOS OS MÓDULOS, ASSINALADO COMO CONCLUÍDO.

Treinamento Funcional Online? Fazer ou não?

Tenho observado um aumento na oferta de cursos on-line, sejam eles de graduação, pós-graduação ou de aperfeiçoamento. Entretanto, ainda percebo certa resistência das pessoas em relação a esses cursos.

Toda vez que vejo alguém com receio de um curso pela internet, lembro-me do meu pai, e do seu pavor em fazer compras on-line ou em acessar sua conta bancária pela internet. Atividades que já são corriqueiras na minha vida (a contragosto do meu pai, é verdade) e na vida de muita gente

Posso escrever sobre cursos a distância com certa tranqüilidade porque já tive a oportunidade de fazer alguns, e confesso que tive experiências muito positivas. É claro que alguns cursos são mais adequados para o modelo a distância do que outros. Principalmente aqueles mais teóricos. E existem alguns cursos em que o modelo presencial ainda é o mais indicado.

Nem todo curso on-line é bom, nem toda instituição está preparada para o ensino a distância e nem todo mundo tem o perfil (leia-se aqui disciplina) para este tipo de curso. Entretanto, cabe perguntar: todo curso presencial é bom? Toda instituição tem boa infra-estrutura para seus cursos presenciais? E aquelas aulas em que você está apenas de corpo presente, adiantam o quê?

Ninguém decide fazer um curso presencial sem antes procurar se informar sobre o mesmo. Com os cursos pela internet não é diferente. Antes de fazer a matrícula deve-se levar em conta o conteúdo do curso, a qualidade do corpo docente, a tradição da instituição, a plataforma utilizada, os recursos disponíveis, o preço, o suporte, a forma de atendimento aos alunos e a opinião de pessoas que já concluíram o curso.

Os cursos on-line exigem disciplina, organização e autocontrole? Sim. Mas também oferecem horários flexíveis e a oportunidade de estabelecer seu próprio ritmo de estudo. Existem limitações em alguns cursos? Sim. Mas também existem cursos com plataformas multimídias que transformam o aprendizado em uma nova experiência.

PRINCIPAIS VANTAGENS:

  • O mais Interessante é que o CERTIFICADO, é entregue automaticamente e na hora, com todos os dados do produtor, como CREF e CNPJ, podendo imprimir no papel de certificado, e válido em todas as UNIVERSIDADES.
  • Não precisa viajar e investir em hotel, transporte, alimentação…
  • O material fica disponível por muito tempo, e é atualizado sem custos adicionais…

Indico o Curso de Treinamento Funcional express, por conter muitos conteúdos adicionais, como um Bônus de Fisiologia do Exercício, e alguns bônus Especiais que valem 10x mais que o o curso.

Curso de Treinamento Funcional Express com Certificado de 40 horas

Acredito que grandes mudanças ainda vão ocorrer com os cursos on-line nos próximos anos. É uma tecnologia que está apenas no começo e que tem todo um campo quase inexplorado de oportunidades a desbravar. E que veio para ficar.

Exercícios para fortalecer assoalho Pelvico

Exercícios para evitar dores nos joelhos

As rotinas de exercícios e alongamento podem ajudar a fortalecer os joelhos, sempre adaptando a intensidade de acordo às características pessoais para não forçar as articulações.

Você sabia que os incômodos e as dores nos joelhos podem aparecer a qualquer idade? Cada vez mais pessoas do mundo inteiro são afetadas por este problema.

Embora a principal razão tenha a ver com o estilo de vida sedentário, praticar esportes complexos ou o sobrepeso, também exercem uma influência significativa sobre ele.

Neste artigo, vamos ensinar alguns exercícios para evitar dores nos joelhos, já que com músculos mais fortes estará menos propenso a essas afecções.

Por que temos dores nos joelhos?

As maiores articulações do corpo permitem andar, correr, saltar (entre muitos outros movimentos). Conforme o tempo passa, vão sendo desgastadas, entretanto, isso também pode ocorrer por conta de alguns hábitos cotidianos.

As dores nos joelhos são responsáveis por 35% das consultas com o ortopedista. Quer saber o que causa esses problemas (cada vez mais graves) nesta área?

Dores nos joelhos por esporte intenso

Embora já tenhamos dito muitas vezes que é preciso fazer exercícios para se manter saudável, o esforço que eles podem causar aos seus joelhos pode ser um dos motivos de estarem doloridos.

Os médicos esportistas destacam que o futebol e o esqui são as disciplinas que causam maiores efeitos secundários nessa região do corpo. O uso excessivo das articulações produz resultados adversos.

No caso destes dois esportes, os ligamentos e os meniscos devem suportar uma pressão bastante forte, e por isso, acabam se tornando mais suscetíveis a sofrer uma lesão.

Sobrepeso

Um dos objetivos dos joelhos é sustentar o nosso corpo. O excesso de peso pode dificultar sua ação e provocar dores, que por sua vez, se tornam cada vez mais agudas. Por essa razão, as pessoas com sobrepeso costumam sofrer muitos problemas nos meniscos, dificultando ficar de pé.

Exercícios para evitar dores nos joelhos

A maneira em que os pés impactam no chão reflete nos joelhos. Não somente no momento de praticar algum exercício, mas também ao caminhar. Quando praticamos esportes, devemos utilizar um calçado apropriado.

Além disso, o uso de salto alto obriga a realizar passos mais curtos e com os joelhos semiflexionados. Isso prejudica as articulações. Se uma mulher permanece muitas horas seguidas com eles, pode vir a sofrer de artrose com o passar dos anos.

Maus hábitos

Na verdade, não devem ser chamados de “maus”, e sim de “pouco pensados”.

Subir e descer as escadas, levantar e sentar em uma cadeira, caminharem superfícies irregulares, andar de bicicleta… Tudo isso, ao mesmo tempo, pode ser bom e ruim para os joelhos. Dependerá de como sejam realizados os movimentos.

Homem com dores nos joelhos

Velhice

Com a idade, as articulações vão se tornando mais frágeis e acabam desgastando. Se não receberem os devidos cuidados, provavelmente, quando chegar aos 60 ou 65 anos, as dores nos joelhos se tornarão insuportáveis, limitando a execução de muitas tarefas.

artrose nessa região do corpo é muito frequente conforme o tecido que recobre a articulação torna-se cada vez mais fino.

Exercícios para prevenir e tratar as dores nos joelhos

Uma das maneiras mais efetivas de reduzir a dor nas articulações é com a prática de exercícios leves e moderados. O objetivo dessa rotina é promover mais flexibilidade e força. Com os seguintes métodos você poderá aliviar ou evitar o problema:

Extensor de pernas

  • Deite-se de costas na cama e levante as pernas. Elas devem estar o mais retas possível e com os joelhos sem flexionar.
  • Mantenha-se assim o máximo de tempo que conseguir.

Além de ajudar a reduzir a dor, é uma técnica efetiva para problemas de circulação sanguínea ou pernas cansadas.

Logo quando você dominar o exercício, deverá tentar realizá-lo em um nível mais complicado. Como? Adicionando peso. Se você não possuir discos ou halteres em casa, não importa, poderá utilizar qualquer coisa que tiver à mão.

Extensão de pernas para dores nos joelhos

Extensão curta

Alguns personal trainers chamam este exercício de “bicicleta fixa”. Embora o objetivo principal seja obter abdominais invejáveis, neste caso em particular, será utilizado para fortalecer os joelhos.

  • Primeiramente, apoie as costas no chão, coloque as mãos na nuca e flexione uma perna até o peito (ou até o máximo que conseguir). A outra perna deverá ficar esticada, entretanto, sem que toque no solo.
  • Mantenha-se assim por alguns segundos e altere a posição das pernas.
  • Repita este movimento 10 vezes.

Joelhos flexionados

Este exercício é muito similar ao anterior, entretanto, mais leve.

  • Coloque-se com as costas na cama e estique bem as pernas. Levante um pouco o tronco, apoiando os cotovelos e os antebraços.
  • Flexione o joelho direito e pise firmemente.
  • Finalmente, eleve a perna o máximo que conseguir e volte à posição inicial.
  • Repita então esse movimento 10 vezes antes de mudar de joelho.
Evitar dores nos joelhos

Uma variação desta técnica é realizada com as pernas para o ar. Para isso, apoie as coxas o mais próximo possível da borda da cama. Em vez de levantar o joelho para cima, faça-o para baixo. A outra perna deve ficar o mais reta possível.

Também recomendamos ler: Tratamento para fortalecer os tendões e ligamentos do joelho

Alongamento posterior

É preciso reforçar os músculos posteriores dos joelhos e das pernas. Para isso, esse exercício será realizado em posição de barriga para baixo, com os braços ao lado do corpo.

  • Levante a perna direita o mais alto que conseguir e deixe-a nessa posição por alguns segundos. O ideal é que a outra perna não toque o chão.
  • Depois disso, volte à posição inicial.
  • Repita esse exercício 10 vezes e mude o lado.

Alongamento de pé

Alongamento para evitar dores nos joelhos
  • Primeiramente, coloque-se em frente de uma parede ou cadeira para se equilibrar.
  • Logo depois, levante uma das pernas para trás e flexione-a até que o calcanhar toque a coxa.
  • Finalmente, exerça certa pressão com a mão (com cuidado para não doer).
  • Permaneça nessa posição por alguns segundos e depois mude de perna.

Então, você se anima a experimentar esses exercícios? Por que não começa hoje mesmo?

Lembre de que se suas dores forem muito intensas é sempre melhor consultar seu médico. Certamente ele dará as indicações adequadas para cada caso.

Gostou do nosso artigo? Sendo assim, continue na nossa página com mais dicas para seu bem-estar.