Personal Trainer Revela Os Segredos Para Ter um Corpo Sarado, sem Academia e com meia hora por dia!

Olá, meu nome é Fernando Richard, sou Personal Trainer a mais de 10 anos, atendendo muitas pessoas com diversos objetivos, e descobri que a maior dificuldade delas era a perda de peso.

Normalmente meus clientes treinavam uma hora por dia e ainda faziam aulas extras, como: corrida, pedaladas, jump, step, spining e etc… O resultados não apareciam, e as pessoas ficavam frustradas, pois estavam se dedicando e não saiam do lugar.

Os treinos sempre davam o retorno esperado quanto a: melhora na disposição, condicionamento físico, mobilidade, flexibilidade, e até mesmo estéticos, porem peso e diminuição de gorduras viscerais, não sofriam alterações significativas, e foi onde descobri os motivos que dificultava que os resultados aparecessem, e agora meus clientes estão satisfeitos.

Acesse ao treino gratuito em pfd com imagens dos exercícios 

   O Método: 

  Todas as pessoas sabem que para ter resultados é necessário que se pratique atividade física, dieta, sono, hidratação entre outros cuidados, e juntando todo esse repertório de cuidados, resolvi apresentar a FÓRMULA, que não é magica, mas vem beneficiando muitas pessoas que aderiram e acreditaram  que era possível e sem passar fome, com os seguintes cuidados.

  1.  Treinos de 2 a 5 vezes na semana, meia hora por treino funcional.
  2. Alimentação, incluir shake, sopas chás desintoxicantes.
  3. Treinamento em grupos, aumentando a motivação para treinar. 

Os valores são inferiores ao de um Personal Trainer, pois os treinos são feitos em grupos e a motivação é muito maior, por não estar sozinho atrás de algo que muitas pessoas estão, e a troca de informações é o que dá o real foco para continuar obtendo resultado.

Exame é de bioimpedância tetrapolar, que analisa os seguintes parâmetros:

1-Aferição de peso

2- Gordura corporal total

3- Massa livre de gordura

4- Massa de músculo esquelético

5- Massa óssea

6- Percentual de água corporal

7- Nível de Gordura Visceral

8- Taxa metabólica basal

9 – Idade metabólica

10 – Análise segmentada de gordura e massa muscular.

   Planos:

     

Para adquirir é muito fácil, e para marcar uma aula experimental:

 

Desafio 15 dias Treino Online Gratuito

O Método DESAFIO 15 DIAS, Foi elaborado para atender pessoas com dificuldade de Emagrecer e definir, seguindo o principio de treinamentos intervalados e de curta duração e oferecendo conteúdo para que o objetivo seja alcançado.

 

SERÁ ENTREGUE:

   Sequencia de treinos para 15 dias, com alguns dias de intervalo.

SERÃO ENTREGUE ALGUNS BÔNUS COMO:

1.Livro digital- Calorias dos Alimentos

2.Treinos adicionais para continuar seu projetos por pelo menos 1 ano., com planilha de treinos de corrida para chegar aos 5 km partindo do zero.

3.Um livro digital com dicas de suplementação e alimentação saudável como: shake, sopas, chás e moussse saborosos.

Treino de atleta serve para emagrecimento?

 Um treinamento elaborado para atletas serve para pessoas com diversos objetivos, inclusive para método de emagrecimento. Porem, quando se pensa em treinos para atletas, não se planeja apenas para condicionamento, mas para melhorar deficiências e aprimorar valências físicas que estão sendo exigidas com maior frequência e que são responsáveis pela qualidade dos movimentos, e onde se torna o principal mecanismo que proporciona as lesões mais frequentes.

Um treino para atleta passa por programações semanais e ou mensais, e cada faze de treinamento é responsável por: prevenir lesões, promover condicionamento Físico geral, especifico, mobilidade, força, flexibilidade resistência anaeróbica , resistência aeróbica, potencia, agilidade e precisão seja para lanças/chutar, arremessar entre outros.

Ja o treino para emagrecimento pode passar por ciclos de treinamento, porem não se passa por testes ou competições, e por este motivo geralmente se pula algumas fazes, partindo para o objetivo principal, que é o emagrecimento, aumento do gasto calórico, super series, circuitos e até mesmo a musculação, visando mais volume e intensidade, para que o corpo continue “queimando as calorias” mesmo no repouso, ou no período que não esteja fazendo atividade física.

veja 3 videos de treino de atleta que pode ser utilizado para emagrecimento.

Vídeo 1

Vídeo 2

Vídeo 3

O que vai diferenciar se é para atletas ou emagrecimento é a forma que vai ser planejado a sequencia dos exercícios, volume de series e repetições, e duração do treino.

esses exercícios foram utilizados na pré temporada do atleta, e acada semana vai se intensificando o treinamento, até que esteja todo o corpo em equilíbrio, ai sim se insere as cargas.

veja o video de um treino de atletas aplicado em grupos de emagrecimento:

Veja que é um treino que te como objetivo melhorar o condicionamento físico geral e é um treino intervalado, e que um atleta tem como obrigação de dar o máximo de si para atingir o objetivo. Já para este grupo, a ideia é cada um fazer no eu limite, sem precisar ultrapassar a faixa de 60 a 80% do seu batimento cardíaco.

Então, treine com objetivo, e obterá resultados que os atletas conseguem atingir!

Treinos para emagrecimento, e em casa!

Ja pensou em obter resultados, com apenas 12 minutos por dia, e podendo emagrecer e definir!

É possível obter resultados rápidos e sem precisar de personal e academia, sem aparelhos de ginasticas e acessórios, e apenas com seu próprio peso corporal, e mais podendo se exercitar na praia, no parque ou em casa mesmo!

Já foi e continua sendo testados por mais de 5.000 pessoas, e a procura é grande, até atletas de alto rendimento estão aderindo ao MÉTODO, para aumentar o condicionamento físico para competições importantes.

Os treinamentos são testados em pessoas de todos os níveis de condicionamento Físico, e o resultado é realmente fantástico! Assista aos videos abaixo!

Treino na praia!

Treino na areia!

Treino em casa!

Tudo isso em um único método, por um valor muito acessível!

Apenas em 5 x

de

R $ 10,11

5 benefícios do treinamento funcional para as crianças


Treinamento funcional é opção de lazer para crianças

Créditos: iStock

Treinamento funcional é opção de lazer para crianças

Muita gente ao ouvir falar de treinamento funcional logo pensa em adultos fazendo exercícios para obter um melhor condicionamento físico. Na verdade o treinamento pode ser realizado por pessoas de todas as idades, incluindo as crianças.

Este tipo de atividade é recomendado para os pequenos, pois atua de forma mais dinâmica do que a musculação. Para as crianças, o treinamento funcional apresenta uma série de benefícios, confira 5 deles:

1) Promove o desenvolvimento motor e cognitivo.
2) Proporciona o gasto de energia.
3) Gera a consciência corporal e controle mental.
4) Regula o sono e o apetite.
5) Amplia a percepção coletiva.

Segundo Eduardo Silva, educador físico e sócio proprietário do Espaço Ideal Fitness, o treinamento não está distante da realidade das crianças, pois o funcional é qualquer movimento produzido pelo próprio corpo. Então, brincadeiras infantis como corridas, cordas e vivo ou morto são consideradas funcionais. O diferencial desta metodologia para as práticas cotidianas é que nas atividades infantis, apenas uma capacidade física é estimulada. Enquanto que no funcional, o corpo é trabalhado de várias maneiras em uma única sessão.

O treinamento funcional infantil pode ser realizado por qualquer criança, mas por questões de segurança é ideal que o praticante esteja acima de quatro anos. Neste período, os pequenos já apresentam certa independência motora e cognitiva, portanto, aproveitarão mais os movimentos”, afirma o educador.

Segundo Silva, a diferença do treinamento infantil para o adulto é o método exercido. As aulas são realizadas de forma lúdica, com a utilização de jogos, músicas e brincadeiras. O funcional deve respeitar a faixa etária do público. Dessa forma, precisam ser criadas e desenvolvidas a fim de despertar o interessante das crianças. Por isso acabamos usando com frequência acessórios como bolas e cordas”.

LIBERAÇÃO MIOFACIAL PARA FUTSAL

LIBERAÇÃO MIOFACIAL.

Todo o alongamento muscular é, na verdade, o alongamento da fáscia e do músculo, a unidade . Quando as fibras musculares são lesadas, as fibras e as fáscias ao seu redor tornam-se curtas e tensas. Este stress desigual pode ser transmitido através da fáscia para outras partes do corpo, causando dor e uma variedade de outros sintomas em áreas muitas vezes não esperadas. Liberação miofacial trata esses sintomas aliviando a tensão desigual na fáscia lesionada.

No esporte como futsal, principalmente na pré-temporada, em que os atletas estão fora da forma ideal de jogo, e passam por muitos dias de treinos intensos, é comum o acumulo de contraturas e micro lesões musculares encurtando a fáscia muscular dos principais músculos dos membros inferiores, e a aplicação da liberação miofacial ajuda na recuperação dos muculos afetados com a sobrecarga de treinamento.

A aplicação da liberação pode ser pelo próprio atleta com a chamada auto liberação miofacial, podendo usa a bola de futsal para a massagear os músculos.

Este ano a primeira semana do NOVO TOLEDO FUTSAL, foi utilizado em todos os atletas, e o resultado foi 100% de melhora, nas lesões por contratura, e os atletas renderam muito nos treinos da segunda semana da pré-temporada.

Todo método é valido, e cada método no seu tempo, é provável que os atletas irão continuar fazendo a liberação miofacial durante a temporada 2016..

Fernando Richard Personal Trainer e Preparador Físico de Futsal

 

qual atividade fisica ideal para crianças?

Atividades físicas devem ser estimuladas desde os primeiros meses de vida para que os esportes sejam bem trabalhados no futuro. Veja qual a ideal para cada fase do seu filho

Brincar com o bebê no berço ou no chão pode parecer apenas um passatempo entre pais e filhos, mas é muito mais: se trabalhadas de forma adequada, respeitando a fase pela qual a criança passa, as atividades físicas estimulam o desenvolvimento cerebral, a coordenação motora e cognitiva e a sociabilidade. Além disso, são o primeiro passo para que os pequenos sintam-se aptos e motivados para entrar no mundo dos esportes posteriormente.

>> Especial 100 brincadeiras: Encontre a ideal para fazer com seus filhos

“O início deve ser lúdico, sem competitividade. Atos simples, como correr, brincar de bola e escalar, são suficientes”, aconselha Beatriz Perondi, pediatra do Hospital das Clínicas de São Paulo e do Hospital Israelita Albert Einstein e membro da Sociedade Brasileira de Pediatria. Ela explica que jogos são introduzidos a partir dos cinco anos de idade e que, até os oito anos, deve-se dar preferência àqueles mais livres. “É um pouco mais velha que a criança começa a compreender de verdade como funcionam as regras.”

Thinkstock/Getty Images

Atividades físicas estimulam desenvolvimento cerebral, coordenação motora e cognitiva e sociabilidade

Rogério Escudeiro, professor de educação física e coordenador técnico da academia infantil My Gym, concorda com Beatriz e completa: “O ideal é sentir que as crianças estão à vontade durante as atividades e não preencher a semana toda com qualquer aula, para não haver estresse. Também é muito bom que os pais participem quando possível.”

Competição

As modalidades esportivas entram em cena a partir dos oito anos, portanto. Inicialmente, várias delas devem ser apresentadas para que o pequeno esportista tenha a oportunidade de escolher aquelas com que mais se identifique. “O objetivo é criar o hábito e o interesse, e não treinar visando desempenho. Também é importante gerar uma prática de inclusão e não discriminar os menos aptos”, defende o professor de educação física Henrique Gavini.

Leia também:
Crianças com asma podem praticar esportes?
Atividade física: formas divertidas de envolver as crianças
Crianças pequenas podem praticar natação?

Entre 12 e 14 anos, seu filho já conseguirá determinar em qual esporte quer se especializar. “A competição pode trazer benefícios do ponto de vista educacional e de sociabilização ao colocar a criança frente a situações de vitória e derrota”, diz Gavini. Mas as derrotas não devem ser levadas a sério demais. “Se houver cobrança excessiva, a consequência pode ser indesejável: a aversão a qualquer atividade física”, alerta o professor. A pediatra Beatriz complementa que os pais devem estar ao lado do filho em suas decisões. “Se, mais velho, ele quiser abandonar a modalidade escolhida, é preciso respeitar”, afirma.

Musculação, só na pós-puberdade: meninas depois da primeira menstruação, meninos aos 16 anos. “Antes de serem adultos, eles devem praticar no máximo três vezes por semana, com programas de 40 minutos de duração”, ensina Escudeiro.

Thinkstock/Getty Images

Artes marciais são indicadas para crianças com mais de oito anos

Siga as dicas dos especialistas e saiba como trabalhar atividades físicas e esportes no dia a dia de seu filho, de acordo com a faixa etária:

De 6 semanas a 1 ano – Estimular com brinquedos que emitam sons; brincar de esconder e encontrar objetos (um lenço, uma tampa de mamadeira ou qualquer coisa que estiver à mão e seja fácil de colocar embaixo de almofadas ou atrás do corpo do adulto); cantar músicas gesticulando bastante e incentivando o bebê a imitar, de preferência inserindo o nome do bebê na letra; espalhar brinquedos pelo ambiente para que ele se mova para alcançá-los.

De 1 a 3 anos – Atividades que motivem a participação da criança, como teatro de fantoches ou de bonecos, que visem o equilíbrio, a flexibilidade e a independência, como dança livre ao som das músicas preferidas da criança.

De 3 a 5 anos – Exercícios que envolvam correr, pular, chutar, agarrar ou dançar. Exemplos: chutar e agarrar bolas livremente, “Corre Cotia”, “Meu Mestre Mandou”, pega-pega, esconde-esconde ou estátua.

De 5 a 8 anos – Atividades que, ao mesmo tempo em que envolvam correr, pular, agarrar e dançar, desafiem a criança. Exemplos: amarelinha, passa-anel, corrida das cores (diz-se o nome da cor e a criança deve correr para tocar algo daquela cor), carrinho de mão (uma criança se apoia no chão com as palmas das mãos enquanto a outra a segura pelos pés para uma corrida) ou corrida de sacos.

De 8 a 14 anos – Os pais devem apresentar a maior quantidade possível de modalidades esportivas para o filho e deixar que ele escolha em qual quer se especializar. Atividades sugeridas: natação, futebol, vôlei, basquete, handball, tênis,artesmarciais, esgrima ou ginástica rítmica.marciais, esgrima ou ginástica rítmica.marciais, esgrima ou ginástica rítmica.

%d blogueiros gostam disto: