FITNESS

Pesquisa aponta as tendências fitness para 2019

As técnicas foram determinadas por profissionais de saúde qualificados

Quer começar o ano aderindo uma vida fitness? A revista de saúde e bem-estar da ACSM’s divulgou o ranking das atividades que serão tendência do mundo fitness para 2019, na edição de novembro – volume 22. As atividades foram determinadas por profissionais de saúde qualificados. Confira: 

Foto: reprodução / Pixabay

1) Treino em grupo 
Sessões de treinos com mais de cinco pessoas contribuem para motivar e aumentar a eficiência do treinamento. As opções de treinamento em grupo são ciclismo, aulas de dança ou step e aulas de cardio.

2) Treino intervalado de alta intensidade  (HIIT)
O treinamento HIIT consiste provocar a queima de calorias intercalando exercícios de alta intensidade com intervalos curtos entre as séries. Esse treino dura no máximo 45 minutos e tem como principal objetivo a melhora do condicionamento físico. A técnica pode incluir corridas, pedaladas, remo, agachamento, saltos e exercícios de força.

3) Tecnologia Wearable
Os Wearable são os objetos utilizados durante a atividade física para marcar a distância, a frequência cardíaca, o gasto calórico e o tempo de treino. No momento, já é possível encontrar produtos com tecnologia wearable, desde relógios a camisetas com um localizador por satélite (GPS).

4) Treino funcional 

Praticar exercícios variados, com movimentos naturais da rotina da pessoa (correr, pular e agachar) em lugares externos continuará sendo tendência. O treino funcional contribui para melhorar a resistência, a flexibilidade, a postura e ainda emagrece.

5) Exercício cura
A técnica Exercise is Medicine consiste em médicos e profissionais da saúde colocarem as atividades físicas no tratamento de doenças.

6) Treino com peso 
O treinamento usando o próprio peso corporal já uma realidade. Exercícios como agachamento, flexão de braços, prancha, abdominais e afundo ajudam a trabalhar todos os músculos do corpo e a aumentar a resistência corporal.

7) Profissionais multidisciplinares

Os instrutores que dominam mais de uma técnica de treinamento serão mais cotados pelas redes de academia. Um treino variado aumenta a disposição dos alunos e melhora os resultados. Entre as opções de aulas estão Zumba, CrossFit e BodyPump (coreografias com realizadas com pesos).

8) Meditação
A ioga ajuda a trabalhar o físico e o espiritual da pessoa. Os movimentos exigem força, flexibilidade e fôlego para serem realizados. Além disso, é possível trabalhar a respiração durante os exercícios.

Oque impede que você alcance suas metas de saúde e condicionamento Físico!

O maior obstaculo para alcançar seus objetivos não é o que você pensa.

TALVEZ VOCÊ TENHA se perguntado porque tantas pessoas ficam totalmente perdidas a respeito de saúde e condicionamento físico. Se você pedir conselhos respeito do que fazer para ficar saudável e em forma a varias pessoas, no mesmo dia, o mais provável é que receba toda especie de opiniões conflitantes e ilógicas.

Contar calorias não funciona. Brócolis tem mais proteína que frango. Todo carboidrato que você ingerir a noite automaticamente se transformara em gordura corporal. Se comer gordura, você vai engordar. Porem. a “boa” gordura na alimentação não engorda. É preciso fazer diversas pequenas refeições todos os dias para perder peso.

E-BOOK GRÁTIS: Como preparar Fisicamente, pessoas que passaram por cirurgias de joelho e querem voltar as suas atividades esportivas.

Essas são uma pequena amostra das inúmeras ideias falsas que já ouvi por ai.

Então, o que de fato acontece? Porque as pessoas são tão suscetíveis a falsas informações, mentiras e ideias estapafúrdias? Embora essa pergunta possa dar a impressão de pedir uma resposta profunda e filosófica, no fim das contas a resposta é muito simples.

Na próxima vês que você ouvir alguém dizer que contar calorias não é necessário e não funciona, faça a essa pessoa uma pergunta simples: O que é caloria?

É muito provável que essa pessoa fique ali, plantada como uma estátua, com expressão confusa. Ela não tem noção do que isso quer dizer. E isso é só o começo, claro.

*O que é carboidrato?

*O que é  proteína?

*O que é gordura?

*O que é músculo?

*O que é hormônio?

*O que é vitamina?

*O que é aminoácido?

Pouquíssimas pessoas podem efetivamente definir essas palavras; portanto, elas não conseguem compreender  o assunto e acreditarão em praticamente qualquer coisa que lhe disserem. Como é que você espera atingir um entendimento pleno e adequado de u assunto quando não entende os termos para explica-lo?

Bom, é por isso que as palavras são o maior obstaculo oculto e que na pratica as pessoas ignoram por completo.

Bom, este é um conteúdo simples e que faz parte de uma sequencia de conteúdos que estarei disponibilizando nesta pagina!

Bons estudos!!

Próximo artigo:

O que a maioria das pessoas são sabe sobre saúde, nutrição e fitness.

Você comete esses erros quando Treina?

 

RECEBA OS 12 EXERCICIOS PARA MELHORAR SEU AGACHAMENTO. AQUI!

Seja porque você não gosta da agitação da academia (o que muitas vezes significa ficar esperando muito mais que o desejado por um único aparelho) ou então porque a mensalidade ainda não cabe no bolso, o treino em casa pode acabar sendo uma boa opção para ficar em forma sem precisar sair do conforto do lar.

Mas assim como na academia não existe muita calma e a espera pode ser grande, do mesmo modo em casa não existe um espelho gigantesco nem há um instrutor para orientá-lo quanto à execução correta dos exercícios. Então, o que parecia uma grande vantagem pode atrapalhar seus ganhos e até mesmo causar lesões.

Mas tenha calma, pois isso não significa que você não deva treinar em casa: basta apenas prestar atenção a algumas dicas para evitar os erros comuns que você possa estar cometendo sem saber e que podem ser facilmente evitados.

Saiba quais são eles e comece a treinar de maneira adequada para obter melhores resultados com seus exercícios – sem precisar correr o risco de se lesionar.

1. Não treinar

Workout-Excuses-410x290

As grandes vantagens do treino em casa – comodidade e disponibilidade (você treina a hora em que quer) – podem ser também as maiores desvantagens. A mensalidade da academia costuma trazer consigo uma certa obrigação de frequência, que ainda que não seja obviamente verdadeira é psicologicamente correta. O fato de estar pagando pela academia pode deixá-lo com sentimento de culpa por desperdiçar o dinheiro caso opte por não ir regularmente à academia.

Já o treino em casa não traz consigo esse remorso, uma vez que se você não treinar não haverá prejuízo- financeiro, pois certamente haverá uma perda no seu condicionamento e um atraso na realização dos seus objetivos.

Como evitar:

As grandes vantagens do treino em casa – comodidade e disponibilidade (você treina a hora em que quer) – podem ser também as maiores desvantagens. A mensalidade da academia costuma trazer consigo uma certa obrigação de frequência, que ainda que não seja obviamente verdadeira é psicologicamente correta. O fato de estar pagando pela academia pode deixá-lo com sentimento de culpa por desperdiçar o dinheiro caso opte por não ir regularmente à academia.

Já o treino em casa não traz consigo esse remorso, uma vez que se você não treinar não haverá prejuízo- financeiro, pois certamente haverá uma perda no seu condicionamento e um atraso na realização dos seus objetivos.

Como evitar:

  • Se fazer atividade física já exige muita disciplina, o que dizer do treino em casa? Além das inúmeras distrações ao seu redor, é muito fácil chegar em casa e acabar se convencendo de que está muito cansado para treinar. Para evitar que isso aconteça, programe-se com antecedência e já deixe anotado em sua agenda (e de preferência em algum lugar que você possa ver diariamente, como um quadro ou anotação na geladeira) os dias em que deve treinar;
  • Comunique a todos da sua família com antecedência sobre seus treinos e fale sobre a necessidade de não ser incomodado por qualquer motivo;
  • Ligue sua música favorita e prepare-se (com aquecimento e alongamento) como se estivesse na academia, e não se esqueça de deixar as distrações de lado (celular, computador, etc). Foque no seu treino, e respeite os intervalos entre um exercício e outro.

 

2. Não ir até o limite

É claro que é muito mais fácil ter disposição para ir até o final da série quando tem uma porção de gente olhando, mas se você não se forçar, vai acabar trapaceando com mais frequência e quando se der conta suas repetições terão diminuído e você não estará obtendo mais nenhum benefício do treino em casa.

Como evitar:

  • Infelizmente nós seres humanos somos egocêntricos, e ser admirado faz bem para a musculatura, já que acaricia o ego. Mas você tem que pensar que está malhando para você, e que se você falhar em ir até o final, não vai obter nenhum ganho a partir do seu esforço;
  • Mantenha a concentração e imagine-se com o corpo que você está procurando construir e que estará cada vez próximo se você se esforçar e não desistir.

3. Dispensar o Personal Trainer

Squat-Exercise

Ainda que você não frequente a academia devido ao alto preço das mensalidades, o serviço de um personal trainer no início do treino em casa pode ser fundamental para você aprender a fazer corretamente os exercícios base e conseguir obter ganhos visíveis sem correr o risco de se lesionar.

Apenas um ou dois meses já podem ser mais do que suficientes para você começar a construir aquilo que será o alicerce do seu treino e a partir daí começar a fazer mudanças por conta própria. Outro grande benefício de se contratar um personal logo no início do treino em casa é que ele poderá orientá-lo quanto aos equipamentos que você pensa em comprar – sejam eles mais simples, como anilhas e cordas, até mais complexos, como esteiras e máquinas.

Como evitar:

  • Pense que um ou dois meses de personal vai acabar saindo infinitamente mais barato que um ano de treino na academia, e que afinal de contas você está fazendo um investimento, e não um gasto. Além de aprender a melhor técnica para cada exercício, você pode ainda economizar muito tempo, pois de que adianta você treinar todos os dias em casa e depois de vários meses não apresentar nenhum resultado?
  • Lembre-se, portanto. que ao investir em um profissional da área de educação física você estará fazendo bom uso não só do seu dinheiro como do seu tempo.

4. Falta de Motivação

home

Quem está acostumado com a grande variedade de equipamentos da academia pode se sentir um pouco frustrado ao treinar em casa com menos recursos à disposição. Mas você já ouviu falar que mais nem sempre é igual a melhor? Pois então, vamos ver o seguinte.

Quantos aparelhos da academia você realmente utilizava com regularidade? Ou então quantas vezes você alternou a esteira com o elíptico e depois com o spinning? Poucas, não é mesmo?

A grande maioria das pessoas que frequenta a academia se limita a alguns poucos aparelhos, e a boa notícia é que com criatividade é possível reproduzir em casa boa parte dos exercícios oferecidos na academia. E sem contar que anilhas e o peso do próprio corpo podem ser melhores para o desenvolvimento muscular que boa parte das grandes máquinas sofisticadas.

Como evitar:

 

  • A rotina e a repetição dos exercícios é uma das grandes culpadas pela falta de motivação no treino em casa. A melhor maneira de evitar que isso ocorra com você é procurar variar o treino a cada semana, sempre encaixando exercícios novos;
  • Se você vai treinar glúteos, por exemplo, existem inúmeras maneiras de fazer agachamento em casa – não precisa ficar sempre repetindo o mesmo exercício clássico. Ou então para o treino de abdominal, que tal um dia utilizar a bola suíça, e no outro o colchão no chão, e depois outro exercício funcional?
  • Outra dica para evitar o desânimo é se preparar para o treino como se estivesse indo à academia: vestir as roupas adequadas, colocar suas músicas preferidas para tocar e deixar as distrações da porta para fora;
  • E de vez em quando, por que não convidar um amigo ou amiga para treinar em casa com você? Além de sair da rotina, você se sentirá mais motivado e com mais energia para manter a rotina.

5. Não ter um local adequado para treinar

images

É claro que o sonho de todo mundo é ter uma academia em casa igual à das celebridades, com as últimas novidades em aparelhos, dezenas de anilhas e uma sala de fazer inveja a muitas academias. Infelizmente, no entanto, essa não é a realidade de grande parte de nós mortais, que não dispomos de um cômodo livre só para deixar os equipamentos de malhação.

Isso não significa, no entanto, que você deva treinar no sofá enquanto alguém assiste TV ou as crianças brincam no chão. Além das distrações, você não estará no “clima” de se exercitar, e muito provavelmente o treino em casa não irá render como deveria.

 

 

5 vantagens dos cursos online

Entenda quais motivos podem fazer com que essa seja uma boa escolha!

Os cursos online são uma forma de ensino que vem se popularizando cada vez mais, principalmente por terem algumas vantagens em relação ao ensino presencial convencional. Entretanto, muitas pessoas não conseguem se adaptar a esse modelo de educação. Confira os motivos pelos quais você deveria realizar um curso online:

1 – Flexibilidade

O ensino online tem uma grande vantagem em relação ao presencial: os estudantes podem escolher qual o melhor momento para estudarem. Diferentemente das instituições que criam uma grade de aulas que todos os alunos precisam assistir às aulas no mesmo horário, o ensino online possibilita que cada um da turma acesse o conteúdo no momento que quiser. É uma boa alternativa para as pessoas que têm uma rotina muito acelerada e, ainda assim, gostaria de estudar.

2 – Preço

Existem duas modalidades de cursos online: os pagos e os gratuitos. Mesmo aqueles para os quais é necessário desembolsar algum dinheiro, o valor é muito menor do que comparado a um curso presencial. Por isso, pesquise sobre qual a melhor modalidade pra você.

3 – Variedade

Muitos cursos disponíveis na internet não existem em versões presenciais. Por isso, você aumenta suas chances de encontrar algum assunto que realmente o interessa. Além disso, o curso pode ser muito mais específico e dá-lo um embasamento incrível sobre os assuntos que você gosta.

4 – Praticidade

Outra vantagem dos cursos online é que você pode realizar a aula de qualquer local que tiver acesso com a internet. Você pode assistir à aula do curso na sua casa, em um café ou até mesmo em uma biblioteca: o ambiente fica a sua escolha. Assim, você pode ter um rendimento elevado por estar onde se sente realmente confortável para estudar.

5 – Interatividade

A internet possibilitou o surgimento de diversas plataformas que ajudam nos estudos. Por isso, ao realizar um curso online, você pode entrar em contato com várias delas e ter um rendimento positivo ao final da experiência. Você pode se deparar com vídeos explicativos, infográficos, podcasts e outros materiais interativos, que também podem ser adaptados nas aulas presenciais.

 

Fonte: Universia Brasil

Treinamento funcional, uma alternativa para quem não gosta de ir à academia.

Treinamento funcional, uma alternativa para quem não gosta de ir à academia.

O cotidiano e hábitos das pessoas se remodelaram nos últimos anos. A academia já não é mais a primeira escolha da maioria dos jovens adultos que estão em busca de uma vida saudável e do corpo perfeito. E em tempos de internet, com o uso cada vez mais intenso das redes sociais, como Facebook e Instagram, popularizou-se muito a prática de exercícios físicos como o CrossFit e o Treinamento Funcional.

De maneira generalizada, treinamento funcional é qualquer exercício físico que melhora as funcionalidades do corpo no dia a dia. Refere-se basicamente a movimentos naturais do homem, que se pra praticados pode levar ao ganho de força, equilíbrio, flexibilidade, condicionamento, resistência e agilidade.

Com a grande procura por novas modalidades as academias criaram as aulas coletivas, intituladas de “Treinamento Funcional” ou apenas “Funcional”, que duram cerca de 30 a 50 minutos, e nas academias as aulas acontecem duas ou três vezes na semana, mas também existem as aulas nos parques, praças e até condomínios, sendo estas aulas particulares.

Neste tipo de treino os movimentos executados agregam todos os grupos musculares e não trabalha músculos isolados como na musculação. Essa é a diferença básica entre as duas modalidades, enquanto uma trabalha as funcionalidades do corpo de maneira geral, durante toda a atividade física, a outra trabalha as funcionalidades isoladamente.

A aula de funcional, seja nas academias, parques ou praças, é uma alternativa para quem não gosta de musculação. A opção de se praticar ao ar livre e de maneira coletiva é um diferencial para quem não curte o ambiente da academia ou não se anima ao fazer qualquer atividade física sozinho.

É importante citar que o treinamento funcional pode ser praticada por pessoas de variadas idades e com diferentes condicionamentos físicos. Os treinos podem ser adequados tanto para um sedentário quanto para um atleta avançado. Elásticos, cordas, bolas, cones, discos e hastes são alguns dos objetos utilizados durante as aulas, além de muita música e incentivo do professor.

O fato é que a busca por aulas coletivas e treinamentos funcionais tem aumentado cada vez mais devido a versatilidade que elas proporcionam ao praticante. As pessoas estão cansadas da rotina, de fazerem sempre a mesma coisa todos os dias, e as aulas coletivas oferecem uma flexibilidade maior que a musculação.

 

“veja este método de treinamento funcional para treinar em casa e receba seu treino a cada 4 semanas em seu e-mail. por apenas R$19,90 cobrado mensalmente sem precisar passar o valor todo de uma vez, apenas assinando o plano”.

 

 

A cada aula são novos exercícios, onde se trabalha o emagrecimento, a definição muscular, a prevenção de lesões, o equilíbrio, a perda percentual de gordura, ganho de massa muscular, etc. Também é vital destacar que treinamento funcional não significa treino aeróbico, como muitos acreditam, na verdade é um conjunto de exercícios que trabalha todo o corpo e nem sempre você vai sair da aula pingando suor, mas isso não significa que aula não foi proveitosa. O treinamento funcional é uma importante método para se criar consciência corporal, entender o seu corpo e a atividade que está praticando.

Como uma alternativa para quem odeia ir à academia, detesta musculação, não curte a prática de movimentos respetivos e lentos, ou simplesmente não tem animo para praticar nenhum exercício físico sozinho, a aula de funcional é uma excelente opção. Famosas como Claudia Leitte, Sabrina Sato, Ivete Sangalo e Flávia Alessandra já revelaram que o treinamento funcional três vezes por semana, aliado a uma dieta equilibrada, é o segredo de corpos tão saudáveis e esbeltos.

15 de dezembro de 2016,
Raniele Salomé dos Santos.

O que é Musculação? E-book gratuito

O mercado da suplementação vem crescendo rapidamente e ganhando cada vez mais espaço, lançando de tempos em tempos inúmeros produtos com objetivos específicos, seja para ganhar, perder, definir, suprir e contribuir para o ganho de massa magra mais rápido.

Com isso, corpos cada vez mais definidos e musculosos tem caído no gosto brasileiro, principalmente entre os mais jovens. Se antigamente os músculos eram quase que totalmente preferência masculina, hoje a busca pela tonificação muscular motivadas pela tendência fitness nas redes sociais também atinge as mulheres.

O Que é Musculação?

A musculação é uma modalidade de treinamento físico realizado contra resistência de pesos externos, chamada também de treino resistido, que tem como objetivo o aumento hipertrofia muscular, ganho de força e potência. É uma atividade de duração instantânea e elevada intensidade.

Não é uma modalidade esportiva, mas contribui para a preparação de múltiplos atletas de diversas modalidades, além de ser o alicerce do treinamento de culturismo e também de algumas modalidades olímpicas como o levantamento de peso.

A musculação é a principal atividade nas academias para preparação física, contribui além do crescimento muscular com a diminuição da gordura corpórea e o incremento da massa óssea. Sua prática constante leva a transformação harmoniosa da constituição física humana.

Como Funcionam os Músculos do Corpo Humano

Estrutura Musculoesquelética

O conjunto de músculos do corpo humano constitui o sistema muscular. São cerca de 600 músculos que juntos representam de 40 a 50% do peso corporal. Sua função é de contrair, relaxar e gerar movimentos que nos possibilita andar, sentar, pular, correr, escrever, além de favorecer a circulação sanguínea no organismo, urinar, impelir o alimento ao longo do tubo digestivo, sorrir, respirar, piscar, enfim são incontáveis movimentos.

Toda nossa locomoção depende da ação conjunta dos ossos, articulações e músculos perante a regulação do sistema nervoso. Os músculos são classificados em voluntários, aqueles que se contraem de acordo com a vontade humana e os involuntários que são controlados pelo sistema nervoso vegetativo e não por controle voluntário. Esses são: o aparelho respiratório, as paredes das vísceras e o aparelho circulatório, são chamados músculos lisos (com exceção dos músculos cardíacos que são estriados).

Fazem parte dos músculos voluntários os chamados músculos esqueléticos, formados por estrias e mais conhecidos como músculos estriados. Os músculos esqueléticos são formados por fibras organizadas no mesmo agrupamento muscular e podem chegar a mais de 1 milhão de fibras musculares em cada agrupamento.

Essas fibras não são visíveis a olho nu. Cada uma delas é fixada ao osso através dos tendões com um nervo motor, formando uma unidade motora. Quando a unidade motora é estimulada por um impulso nervoso do cérebro ou da medula espinhal, ocorre a contração muscular.

São 3 tipos de fibras musculares:

  • Tipo I – fibra lenta: são vermelhos de contração lenta e resistente à fadiga, são músculos posturais (costas e pescoço), possui suprimento de sangue e conduz o oxigênio para o tecido muscular. Os maratonistas possuem mais fibras do tipo I;
  • Tipo II – fibra rápida I: são brancas de contração rápida fatigável, atua ligeiramente, tem poucos vasos sanguíneos e muitas células que são altamente hidratadas. Este tipo de fibras são encontradas em grande quantidade nos atletas velocistas dos 100 metros;
  • Tipo II – fibra rápida II: são vermelhas de contração rápida resistente à fadiga, equivalente à anterior. São ativadas quando a intensidade do exercício aumenta;
  • Tipo III – é uma fibra rara de 1 a 3% do músculo. Provavelmente participa da reinervação do músculo.

A herança genética e o treinamento distinto determinará se o indivíduo possuirá fibras tipo I ou II. Ou seja, os esportistas de modalidades de intensidade leve, moderada e longa duração geralmente possuem maior quantidade de fibras tipo I.

E os atletas que apresentam predominância de fibra tipo II são os esportistas que praticam modalidades de alta intensidade e curta duração. No entanto, sempre existirão todos os tipos de fibras em um mesmo agrupamento muscular de qualquer indivíduo, variando apenas a proporção de cada tipo.

Os músculos são classificados de acordo com a quantidade de extremidades operadas:

  • Bíceps (duas extremidades);
  • Tríceps (três extremidades);
  • Quadríceps (quatro extremidades);

Os músculos podem ser classificados também de acordo com sua localização:

  • Músculos Superficiais: são rudimentares e escassos, localiza-se abaixo da pele. São introduzidos por uma ou duas extremidades na camada profunda da pele, a maioria fica na cabeça, face, pescoço e mãos;
  • Músculos Profundos: integra os olhos, laringe e língua;

Os músculos são agrupados em:

  • Músculos da cabeça e do pescoço;
  • Músculos do tórax e do abdômen;
  • Músculos dos membros superiores;
  • Músculos dos membros inferiores.

Os principais músculos do corpo são:

  • Trapézio;
  • Grande Dorsal;
  • Glúteo Máximo;
  • Ísquiotibiais;
  • Tríceps Sural;
  • Tríceps Braquial;
  • Deltóide;
  • Peitoral;
  • Bíceps;
  • Braquioradial;
  • Reto Abdominal;
  • Oblíquo Externo e Oblíquo Interno;
  • Sartório;
  • Íliopsoas;
  • Adutores;
  • Reto Femoral;
  • Vasto Lateral;
  • Vasto Medial e Intermédio;
  • Tibial Anterior;

Os músculos podem ser classificados quanto ao movimento muscular:

  • Agonistas: motores primários;
  • Antagonistas: oponentes;
  • Sinergistas: auxiliares;

Os músculos podem ser classificados quanto ao tipo de contração:

  • Concêntrica: quando há encurtamento do músculo durante a contração;
  • Isométrica: quando o músculo contrai, porém, não há aproximação da origem e inserção do músculo;
  • Excêntrica: quando existe o afastamento entre origem e inserção muscular ;

Quando o músculo não é capaz de suportar um grau de força muito alto ocorre à fadiga muscular. Outra coisa que pode causar a fadiga dos músculos é o excesso de cálcio, prejudicando as fibras musculares. A fadiga é um cansaço e geralmente é gerado por esforços repetitivos de exercícios que exige mais do que se pode aguentar, por isso nesses casos cabe a suplementação e descanso.

A hipertrofia muscular pode ser de 2 tipos:

  • Transitória: aumento do volume do músculo que ocorre durante uma atividade física, esse aumento de volume ocorre por causa do acúmulo de líquido intracelular.
  • Crônica: aumento do tamanho do músculo como resultado da prática sistemática do treinamento de força, quando existem modificações estruturais reais nos músculo.

Benefícios da Musculação Para o Corpo Humano

fitness-mulher-com-halteres

São profusos os benefícios da musculação para o corpo e cada vez mais as pessoas estão antenadas às vantagens que essa atividade pode proporcionar como:

  • A realização rotineira de musculação tonifica os músculos, proprocionamento maior força, resistência muscular localizada e potência;
  • Musculação contribui para o aceleramento do metabolismo e consequentemente maior gasto calórico;
  • Gera incrementos da massa óssea, auxiliando na prevenção de algumas doenças como a osteoporose;
  • Aumenta a força;
  • Contribui para a saúde coronariana, pois a musculação treina o coração para esforços intensos, com isso a frequência cardíaca e a pressão arterial sobem parcialmente quando a pessoa é exposta algum estímulo;
  • Melhora a parte estética, dessarte à autoestima;
  • Fortalece a região da coluna vertebral, a flexibilidade e diminui dores locais;
  • Assim como muitos exercícios físicos, a musculação melhora o sistema imunológico;
  • Contribui positivamente para a coordenação motora e o equilíbrio;
  • Melhora a concentração e o aprendizado;

Como podemos ver existem inúmeros motivos para a execução continua da musculação além de definição muscular.

Melhores Exercícios Para Ganhar Massa Muscular

Existem vários exercícios para ganhar massa muscular, porém existem aqueles que são à base de toda a musculação. Alguns são bem pesados e exigem muito do praticante, por isso, muitos adeptos da musculação evitam ou não fazem esses exercícios.

Agachamento Livre:

É um exercício para membros inferiores, porém quando você usa a barra com carga (anilhas), acaba trabalhando o corpo todo. Serão muitos músculos recrutados para executar o exercício. Por exigir muito esforço o corpo é obrigado a liberar mais hormônios anabólicos. O agachamento livre também trabalha o core e o abdômen como um todo;

Levantamento Terra:

É um exercício potente e dos melhores para hipertrofia por ser bastante global e com grande amplitude articula. Este exercício trabalha a intensamente as musculaturas de membro inferiores e extensores da coluna. Além disso, existe um bom recrutamento da maioria dos músculos do core, necessários para estabilização lombar. Esse tipo de exercício trabalha muitos músculos ao mesmo tempo, e com isso. gera mais estímulo e força;

Supino Reto:

Trabalha toda a região do peitoral, tríceps e ombros. Quando utilizado volumes e cargas adequadas podemos gerar a hipertrofia do tríceps e dos deltoides com crescimento muscular equilibrado. É o exercício mais completo para o peitoral;

Remanda Curvada:

É o movimento com maior potencial para gerar massa muscular nas costas por sem bastante complexo e envolver grande volume muscular;

Desenvolvimento com barra ou halteres:

É uma ótima opção para um recrutamento efetivo dos músculos do ombro, além de contribuir para preparar o aluno para maiores carga de força no supino. É trabalhado nos treinos de peito, tríceps e deltoides.

Paralelas:

Esse exercício é realizado sustentando o peso do próprio corpo, e é considerado uma escolha bastante completa para trabalhar os extensores do cotovelo. Além do tríceps, existe uma contribuição importante do peitoral;

Conclusão

Músculos

Supomos que você tem um sonho, alguns objetivos na vida e alguns desejos. Isso é essencial para cada um de nós termos uma vida saudável e prazerosa. Agora imagine que para você atingir esses pontos relacionados acima você dependa exclusivamente de outras pessoas. Puxa como isso se torna complicado, não é mesmo?

Porém, caso você queira ter um corpo hipertrofiado, esculpido, definido e em boa forma, tenho uma ótima notícia pra te dar. Esse desejo ou objetivo não depende de outras pessoas, somente e unicamente de você. Que maravilha! Isso já é um grande passo rumo ao seu propósito.

Tudo que você tem que fazer é ter persistência e disciplina. As ferramentas você já possui que é a informação, agora é só se matricular numa academia, buscar orientação com um nutricionista e começar a malhar. Lembre-se nada é da noite para o dia, tudo leva tempo e trabalho. Você quer ter músculos avantajados, definidos, tonificados? Treine, treine e treine e lembre-se do tripé: exercícios, alimentação e descanso.  Isso só depende de você!

  

Referências
MATTHEWS, Michael. Malhar, secar, definir: a ciência da musculação, Ed Lafonte, 2013.
VILARTA, Roberto et al.  Alimentação saudável, atividade física e qualidade de vida, Campinas, IPES editorial, 2007, p.78 – 79.

3 e-book’s Gratuitos

Baixe agora 3 E-book gratuitos:

Baixe seu e-book, sem preencher formulários, apenas em um clique! confira:

 

   

  

  • Emagrecimento 4S – Treinamento Funcional para treinar em casa.
  • Treinos Para Emagrecimento- Contem um combo de métodos para treinar em qualquer lugar
  • Calorias do alimentos-É um guia com todas as calorias de todos os alimentos existentes.

 

ACESSE TAMBEM: Curso de Treinamento funcional com certificado de 40 horas