Como é o treino na escada de agilidade

Agilidade e coordenação, duas aptidões indispensáveis para quem corre e que estão totalmente ligadas a passadas eficazes. Corredores mais velozes ou que se dedicam às distâncias maiores, como maratonas, têm nessas habilidades pontos-chaves para manter uma boa técnica de corrida. E focar em um treino na escada de agilidade faz total diferença para o ganho de rendimento na corrida.

Apostar nesse exercício também faz você economizar energia e melhorar a biomecânica do movimento. Logo, eles contribuem para você voar baixo. Ela ainda melhora a aceleração e a velocidade lateral, ao mesmo tempo em que aprimora o controle, o balanço e o equilíbrio corporal.

O objetivo do treino é simples: com velocidade e passadas rápidas, você deve passar pelos vãos do acessório para aprender o movimento certo da corrida. Veja dicas de como usar a escada de agilidade:

BAIXE O E-BOOK COM VIDEOS DE TREINO DE AGILIDADE E PROPRIOCEPÇÃO!

Os dois pés começam fora da escada. Depois, avance pelos vãos, colocando um pé de cada vez em cada quadrado.

  1. Dois pés por vez

Esse exercício é parecido com o anterior, mas dessa vez os dois pés pisarão juntos no quadrado.

  1. Pé na lateral

De lado para o acessório, o pé esquerdo começa fora da escada e o direito, dentro. Traga para dentro da escada o pé que ficou para fora e, em seguida, mova o pé esquerdo para o quadrado seguinte. Procure posicionar os pés o mais longe possível um do outro, assim você terá mais espaço para realizar os movimentos seguintes. Repita o movimento até terminar todos os degraus.

  1. Dois pés na lateral

Fique de lado para a escada de agilidade, com os pés fora dos quadrados. Em seguida, coloque o pé direito no primeiro quadrado (o mais afastado possível, para deixar espaço para o pé esquerdo) e, depois, o pé esquerdo. Repita o movimento até terminar a escada.

ADQUIRA O CURSO DE TREINAMENTO FUNCIONAL COMPLETO

(Fonte: Rodrigo Fernandes, preparador físico da Proaction Sports, empresa de acessórios esportivos)

10 Melhores Exercícios Para Emagrecer Rápido

Para quem deseja e/ou precisa perder peso rápido, promover o gasto calórico é uma tática que não pode ficar de fora do dia a dia. Para isso, vale trocar o elevador pela escada, fazer o trajeto de casa até o trabalho a pé em vez de usar o carro e correr com as crianças e o bichinho de estimação no lugar de somente assisti-los brincando.

Entretanto, para elevar ainda mais o número de calorias eliminadas é fundamental seguir também um bom programa de treinamentos, compostos por exercícios para emagrecer rápido. E é exatamente sobre ele que nós falaremos no artigo de hoje, em que traremos uma lista com atividades que podem te ajudar a se livrar logo dos quilinhos em excesso.

Mas, antes…

Antes de conhecer os exercícios para emagrecer rápido que a gente selecionou para você, precisamos te lembrar que de nada adiantará passar a semana malhando, se depois daquela sessão em que você perdeu 1000 calorias, você corre para comer um pedaço de bolo de chocolate ou uma coxinha cheia de catupiry.

Ou seja, para mandar os quilos a mais embora de uma vez é fundamental consertar a alimentação e seguir uma dieta saudável e controlada, com a quantidade de calorias e nutrientes que o seu corpo precisa para funcionar direitinho, sem extrapolar nas guloseimas e besteiras.

Bem, agora que você já tem isso em mente, vamos conhecer logo quais são esses exercícios para emagrecer rápido:

1 – Exercícios de alta intensidade HIIT

Corrida intensa

Dá para melhorar os benefícios dos exercícios aeróbicos em relação à eliminação de calorias, integrando-os a um Treino Intervalado de Alta Intensidade (HIIT). Neste tipo de treinamento, o que acontece é a alternância entre atividades realizadas em uma intensidade alta, como o próprio nome já indica, e períodos de descanso.

De acordo com o Colegiado Americano de Medicina Esportiva, treinos como este aceleram o metabolismo por até 24 horas após a finalização do treinamento, o que torna o processo de queima de calorias mais eficiente.

E o melhor é de para escolher entre diversos exercícios em um treino HIIT: corrida, natação, andar de bicicleta, esteira ou bicicleta ergométrica. Então agora você já sabe, dentre os exercícios para emagrecer rápido que você irá praticas vale apena incluir o conceito de treino HIIT.

2 – Treino de fortalecimento muscular

treino-fortalecimento-muscular

Abdominais, flexões, avanços, remadas, roscas, mergulhos e agachamentos são alguns dos exercícios que podem aparecer em um treino de fortalecimento. Eles ajudam no ganho de massa muscular e isso é importante para quem deseja emagrecer porque quanto maior for a quantidade de músculos no corpo de uma pessoa, mais calorias ele será capaz de queimar ao longo do seu dia, mesma quando não estiver malhando.

3 – Pular Corda

Pular corda funcional

Parece que esquecemos que pular corda é uma atividade física. Sempre associada com brincadeira de criança ou a lutadores de boxe, pular corda é um exercício fantastico para queimar calorias e trabalhar vários músculos no corpo. Em uma hora pulando corda você pode queimar até 800 calorias. E se quiser,

ainda pode fazer variações HIIT no seu treino de pular corda. É vantajoso também para melhorar a coordenação motora e agilidade.

4 – Treino com kettlebell

Kettlebell

Uma bola de ferro acoplada a uma alça. Isso é o kettlebell, um equipamento que exige que o corpo trabalhe a estabilidade, por não ter o peso distribuído igualmente com em um haltere normal. Além disso, um treino de 20 minutos com kettlebell elimina até 400 calorias, melhora o equilíbrio, a postura e trabalha os principais grupos musculares do corpo.

5 – Natação

Natação

Uma sessão vigorosa de natação gasta de 400 a 700 calorias por hora, ao mesmo tempo em que tonifica, fortalece e condiciona o corpo. A vantagem do exercício é que ele é de baixo impacto e pode ser feito por pessoas com artrite, obesidade, doenças musculoesqueléticas, como artrose e dores lombares, e inclusive mulheres que estejam no último trimestre de gravidez, desde que haja o aval do médico, obviamente.

6 – Bicicleta

Andar de bicicleta

Para quem não deseja frequentar uma academia, tem uma bicicleta encostada em casa e quer se livrar logo dos quilos a mais, pedalar é uma boa opção. A atividade pode gastar de 400 a 1110 calorias por hora, dependendo do peso do praticante, o terreno em que ele se encontra e a sua velocidade.

O exercício não força as articulações e a possibilidade de pedalar ao ar livre torna o treino mais interessante, já que poder estar em ambientes diferentes a cada sessão, reduz as chances de se cansar da atividade logo.

7 – Aparelho elíptico

Elíptico

Já para quem frequenta a academia, exercitar-se no elíptico pode ser uma boa alternativa. De baixo impacto, ele promove a eliminação de 600 calorias por hora de atividade de intensidade média. Suas alças permitem que não somente a parte inferior, como também a superior do corpo seja trabalhada durante a série.

Uma dica para elevar o gasto calórico no equipamento é segurar as alças móveis do aparelho, e não as estáticas. É que assim, você mexerá também os braços, queimará mais calorias e os tonificará.

8 – Corrida

Mulher Correndo com Cidade ao Fundo

Uma hora de corrida queima 600 calorias e fortalece os ossos do corpo. Quem escolher esta modalidade no grupo dos exercícios para emagrecer rápido, não deve esquecer-se de utilizar um tênis apropriado pra proteger as articulações.

9 – Tênis

tenis

Para quem gosta de praticar esportes e prefere malhar com um companheiro do outro lado em vez de treinar sozinho, o tênis é uma boa opção. Uma partida gasta até 600 calorias, faz bem à saúde dos ossos, trabalha os braços, o abdômen e os músculos da perna e melhora a flexibilidade, o equilíbrio e a postura.

10 – Treino funcional

Crossfit

Realizado com cintos, bolas, cones, trampolins, pesos, kettlebells, halteres, barras, faixas elásticas e até mesmo o peso do próprio corpo, o treino funcional é aquele em que todos os músculos do corpo são trabalhados em exercícios que simulam movimentos executados rotineiramente no dia a dia das pessoas.

Isso inclui agachamentos, saltos, giros, empurrões e corridas, que ao serem combinados em uma sessão, promovem a queima de 800 a 1000 calorias. Outros benefícios do treino funcional são a postura, a estabilidade, a flexibilidade, o fortalecimento e o condicionamento do corpo.

Cuidados

Qualquer que seja o exercício que você venha a escolher para emagrecer rápido, não se esqueça de consultar um médico antes de começar a malhar, para ter certeza que está apto a praticar a atividade, e de ter o acompanhamento de um bom profissional de educação física. Isso te ajudará a prevenir lesões e problemas de saúde.

Psicomotricidade Infantil

Psicomotricidade Infantil

O QUE É PSICOMOTRICIDADE?

Psicomotricidade é a ciência que tem como objeto de estudo o homem através do seu corpo em movimento e em relação ao seu mundo interno e externo. Está relacionada ao processo de maturação, onde o corpo é a origem das aquisições cognitivas, afetivas e orgânicas. É sustentada por três conhecimentos básicos: o movimento, o intelecto e o afeto.

Psicomotricidade, portanto, é um termo empregado para uma concepção de movimento organizado e integrado, em função das experiências vividas pelo sujeito cuja ação é resultante de sua individualidade, sua linguagem e sua socialização.” (Associação Brasileira de Psicomotricidade)

“A Psicomotricidade baseia-se em uma concepção unificada da pessoa, que inclui as interações cognitivas, sensoriomotoras e psíquicas na compreensão das capacidades de ser e de expressar-se, a partir do movimento, em um contexto psicossocial. Ela se constitui por um conjunto de conhecimentos psicológicos, fisiológicos, antropológicos e relacionais que permitem, utilizando o corpo como mediador, abordar o ato motor humano com o intento de favorecer a integração deste sujeito consigo e com o mundo dos objetos e outros sujeitos.” (Costa,2002)

“Em razão de seu próprio objeto de estudo, isto é, o indivíduo humano e suas relações com o corpo, a Psicomotricidade é uma ciência encruzilhada… que utiliza as aquisições de numerosas ciências constituídas (biologia, psicologia, psicanálise, sociologia, linguística…) Em sua prática empenha-se em deslocar a problemática cartesiana e reformular as relações entre alma e corpo: O homem é seu corpo e NÃO – O homem e seu corpo”. (Jean-Claude Coste, 1981)

A psicomotricidade pode também ser definida como o campo transdisciplinar que estuda e investiga as relações e as influências recíprocas e sistêmicas entre o psiquismo e a motricidade.

Baseada numa visão holística do ser humano, a psicomotricidade encara de forma integrada as funções cognitivas, sócio-emocionais, simbólicas, psicolinguísticas e motoras, promovendo a capacidade de ser e agir num contexto psicossocial. A psicomotricidade possui as linhas de atuação educativa, reeducativa, terapêutica, relacional, aquática e ramain.